Benefícios da Caminhada para os Cães

A caminhada para os cães é o exercício físico que mais traz benefícios! Por ser um esforço físico de baixo impacto, preserva as estruturas articulares e ósseas, diminui o estresse que sofre a maioria dos animais que vive em apartamentos pequenos, socializa com relação aos outros animais, estimula o aparelho cardiorespiratório e locomotor, controla o sobrepeso, além de diminuir a ansiedade.

Sabe-se hoje que as pessoas que possuem animais, especialmente as de terceira idade, beneficiam-se ainda mais da presença de um cãozinho em suas vidas.

Assim que as pessoas sentem-se estimuladas a cuidar, limpar, alimentar e também a passear com os cães, criam-se verdadeiras confrarias de encontro e relacionamento mútuo, especialmente em uma cidade como São Paulo, cada vez menos humanizada, onde as relações humanas são baseadas apenas em sua superficialidade.

O cão humaniza o Homem!

Os cães estimulam as pessoas a realizar as caminhadas, pois na medida que o dono vê a necessidade de sair para a rua com o animal, este também passa a se beneficiar da atividade física, especialmente as caminhadas, que contribuem muito para a melhora da qualidade de vida das pessoas.

No entanto, para que ambos se beneficiem desta atividade física, é importante que os donos dos animais observem alguns pontos.

1 – Cuidado com o calor, os cães podem apresentar queimaduras em suas patas quando são submetidos a caminhar em asfalto muito quente, como podem sofrer a chamada intermação, quando ocorre um aumento da temperatura corpórea pelo fato do animal estar exposto ao sol ou calor intensos.

2 – Cuidado com a presença de crianças ou idosos no seu caminho, pois podem ocorrer acidentes desagradáveis.

3 – Tenha a certeza que o seu animal está com as vacinas em dia.

4 – Procure deixar o animal em jejum alimentar duas horas antes do início da caminhada.

5 – É importante fornecer água frequentemente para o animal e não dê nada para ele comer durante a caminhada.

6 – Recolher as fezes do animal com saquinho plástico e descartá-lo nas lixeiras adequadamente.

7 – Utilize-se de produtos preventivos contra pulgas e carrapatos.

8 – Leve-o sempre segurando na guia presa a um peitoral.

9 – Cuidado com as mordaças nos animais agressivos, pois elas dificultam a perda de calor do mesmo, que sempre é realizada através da respiração.

10 – Ao término da caminhada não dê banho de mangueira no animal, pois o corpo está muito quente e a água muitas vezes encontra-se fria, levando o animal a um choque térmico.

Com essas dicas você e seu cãozinho vão tirar o maior proveito das caminhadas!

Dr. Marcos Fernandes
CRMV-SP 7287

Veterinário homeopata, psicanalista e mestre em saúde pública pela USP (SP). Comunicador da Rádio Mundial (95,7 FM) no programa Saúde Animal. Autor do livro “Cara de Um, Focinho do Outro” da Editora Butterfly

Gostou desse artigo? Compartilhe com suas amigas e passe a informação adiante.
E deixe também o seu comentário!

Até a próxima