Dicas para o seu Cãozinho suportar o calor do Verão

Há uma série de dicas importantes para minimizar o sofrimento dos animais no verão. É através das informações que podemos evitar uma série de problemas relacionados ao excesso de calor.

Os cães e gatos têm temperatura fisiológica em torno de 38º Celcius, associado ao fato dos mesmos não apresentam glândulas sudoríparas na pele (não transpiram) e sim perderem calor através da respiração ou ofegação (língua), alguns cuidados precisam ser tomados.

Com temperaturas ambientais elevadas, associado à dificuldade de perdê-la, a intermação (aumento excessivo da mesma) pode ser fatal.

Aqui estão algumas dicas super importantes:

  • Nos dias de muito calor, evite passear com o animal entre as 11 e 17 horas.
  • Não permita que ele fique exposto ao sol
  • Ao passear com ele, considere que os cães não se utilizam de tênis e, podem sim, queimar suas patas, especialmente no asfalto que pode chegar a mais de 80 graus de temperatura.
  • Levar ao Pet Shop para banho ou tosa somente com hora marcada, na parte da manhã, de preferência no primeiro horário do dia. Orientar ao tosador ou banhista para que o banho seja realizado com água morna/fria (não gelada) e utilizar o secador na temperatura fria para secar os pelos (cães e gatos).
  • Não leve-o na piscina e nem a praia.
  • Forneça água durante todo o tempo do passeio e disponibilize em casa sempre água fresca e em bebedouros limpos.
  • Não deixe o animal preso dentro do carro, pois em dias muito quentes, a sua temperatura interna atinge cerca de 55 graus Celsius em apenas dez minutos, especialmente quando o mesmo estiver exposto ao sol.
  • Borrifar o seu cãozinho através de um borrifador, água nas suas patas, focinho e rosto naqueles momentos mais quentes do dia ou nos momentos de passeio.
  • Trocar a água de beber dos animais inúmeras vezes ao dia, podendo adicionar algumas pedras de gelo ou dar para que eles possam chupá-las.

Essas são algumas dicas que podem ajudar você e seu cãozinho nos momentos mais quentes do ano.

Dr. Marcos Fernandes
CRMV-SP 7287

Veterinário homeopata, psicanalista e mestre em saúde pública pela USP (SP). Comunicador da Rádio Mundial (95,7 FM) no programa Saúde Animal. Autor do livro “Cara de Um, Focinho do Outro” da Editora Butterfly

Gostou desse artigo? Você já utiliza alguma dessas dicas?
Deixe seu comentário e me diga se esse artigo foi útil para você e o seu cãozinho!

Até a próxima