Comportamento

Síndrome de Ansiedade de Separação

Síndrome de Ansiedade de Separação é um problema que acomete muitos cães na atualidade. Com a correria do dia a dia e devido a rotina agitada de seus tutores, eles passam muito tempo sozinhos em casas ou apartamentos, na expectativa dos donos retornarem para dar muita atenção e carinho. Agora, imagine como é para o seu cãozinho ter esse sentimento todos os dias? Ver o seu tutor sair pela porta e não saber quando ele voltará. Ser deixado sozinho por horas pode ser muito estressante Continue lendo

Tratamento do Tutor

Em nenhum momento da história da humanidade a relação entre o tutor e os animais foi tão intensa, importante e questionada quanto neste exato momento. Nunca houve tanta ligação, seja física ou afetiva e nem tamanho envolvimento emocional e apego dos humanos para com os animais, especialmente os cães. Hoje o animal é muitas vezes mais que o filho da família, pois este, com o passar do tempo, fica cada vez mais independente e aos poucos como um pássaro, cria asas e voa. Até algum tempo atrás Continue lendo

Psicanálise Veterinária

“Cara de um, focinho do outro” Será que esta frase da cultura popular não traz consigo uma sabedoria que possa explicar tanta semelhança entre os proprietários e seus animais de estimação? É possível saber quem você é através do seu cachorro? É até engraçado no consultório, observarmos que aquele cliente ansioso e agitado, traz sempre consigo um cão com as mesmas características psíquicas da ansiedade. Assim acontece também na agressividade, depressão, fobias, compulsões, etc. Muitas vezes a sincronicidade desta relação, chega ao campo das doenças Continue lendo

Muitos tutores relatam que seus cães são possessivos e tem problemas relacionados ao ciúmes, seja do próprio tutor, de um brinquedo, enfim, a possessividade do animal em muitos casos chega a níveis altos, gerando alguns transtornos. Essa possessividade pode ter origem nos ancestrais do seu melhor amigo, que precisavam defender o alimento e território para sobreviver. Em muitos casos, ainda nas primeiras semanas de vida, é possível notar esse comportamento de alguns filhotes com seus irmãos e até com o seu tutor. O sentimento de posse Continue lendo

Humanização dos Cães

A humanização dos animais domésticos é um assunto que deve ser discutido sobre vários pontos de vista em função da sua complexidade. Por um lado temos a vontade e a necessidade (maior conscientização e respeito) cada vez maior de cuidar dos animais, especialmente os cães, associado ao fato da espécie humana estar “decepcionada” com seus membros, por uma série de motivos, especialmente pelo sentimento de intolerância que galga nas relações humanas atualmente, mudanças na sociedade, verticalização das cidades, carências emocionais do Homem moderno, somando-se ao Continue lendo

Cão Medroso

O medo nos cães é um tema sempre abordado em consultório veterinário, sendo que os mais comuns são: barulho, trovão, chuva, pessoas estranhas, crianças, outros animais, de lugares escuros, de andar de carro, de homem, etc. Há uma graduação para o medo, que vai desde um quadro de intolerância até a síndrome do pânico, em que o animal não consegue, por exemplo, andar de carro, ficar em locais fechados, estar sozinho, entre outras situações. De todos os transtornos de comportamento, o medo é o que Continue lendo

Uma das reclamações no consultório é o fato dos tutores terem dificuldade de lidar com cães que latem demais. Alguns latem para tudo: visitas, outros animais, barulhos (campainha e telefone) etc. Estes cães começam a criar problemas inclusive com os vizinhos. Por que isto acontece? O que devemos fazer para melhorar esta situação? Há várias razões: 1 – Cães doentes: animais incomodados e com dor podem vocalizar (latir) em excesso. 2 – Cães idosos: com quadros degenerativos (sistema nervoso central) podem latir bastante numa condição Continue lendo

Quem não adora receber uma festa do seu cachorro ao voltar pra casa?! Porém, festa demais pode ser sinal de risco para a vida do seu cãozinho, principalmente quando acompanhada de euforia e comportamentos destrutivos. Você talvez já tenha reparado que seu cachorro fica um tanto agitado quando você começa a se arrumar para sair de casa. Ele vai atrás, fica amuado, chora, late e tenta entrar no seu caminho. “Mas é tão bonitinho”, você pensa. Quando você sai, ele late e/ou anda sem parar, Continue lendo